Páginas

Ajuda a gente??? =)

Livros Íntimos - Fang Chungshu

Uma série de textos sobre sexualidade e alquimia amorosa já circulavam entre os chineses desde a época Zhou, mas seu caráter restrito acabou fazendo com que muitos fossem perdidos ou incorporados a práticas esotéricas do daoísmo. No período Han, uma junção de fragmentos destes textos foi realizada, intitulada Fang Chungshu, objetivando uma caracterização transcendente do papel do sexo, indicações para sua melhor realização, controle da energia com fins terapêuticos e aumento de desempenho físico. Vários desses tratados recebem a tradicional autoria mítica de Huangdi, como era de hábito na época.

.......................................

Trechos do Fang Chungshu

Assim falou o Mestre da Harmonia Inicial Primitiva:
Um elemento feminino e um elemento masculino yin e yang -, isto é para nós o caminho. Fecundar o essencial e chamá-lo à vida - isto se transforma numa tarefa. Até onde não alcançam estas verdades fundamentais! Por isso, o Soberano Amarelo fez perguntas à Moça Simples e o velhíssimo Peng deu resposta ao rei da estirpe dos yin. O Soberano Amarelo perguntou à Moça Simples:
"Perdi parte de minha energia vital e saí da harmonia. Não há mais alegria no meu coração. Meu corpo tornou-se fraco e vulnerável. Que devo fazer?"
A Moça respondeu:
"A causa da fraqueza dos homens está somente no fato de que aproveitam de forma abusiva todos os caminhos do relacionamento entre os elementos feminino e masculino. Neste ponto, a mulher é superior ao homem, da mesma forma que o fogo quando é apagado pela água. Se você compreende isto e sabe aplicá-la, você se parecerá com as panelas apoiadas num tripé em que são combinadas harmonicamente as cinco tendências do paladar, fazendo com que surja uma sopa deliciosa de carne e legumes. Quem está bem informado sobre os caminhos dos elementos feminino e masculino desfrutará os cinco prazeres; quem não os conhece e não os segue encurtará a própria vida. Quantos prazeres e alegrias podem ser experimentados e desfrutados! Quem não dedicaria sua atenção a isso?"
Depois ela prossegue:
"Dirija-se à Moça Exigente; ela se apropriou de forma extraordinária das possibilidades oferecidas pelos caminhos".
O rei, chamado de Soberano Amarelo, envia a Moça Exigente para perguntar ao velho Peng quais são as possibilidades de prolongar a vida e tornar agradável a velhice.
Peng disse:
"O homem alcança uma vida longa amando o essencial, cultivando o espiritual e ingerindo numerosos remédios. Mas quem não está familiarizado com os caminhos da união sexual não tirará proveito do uso das ervas. A união de homem e mulher é como o casamento do céu com a terra. O céu e a terra informaram-se sobre os caminhos da união e por isso não sofrem as limitações do finito. O homem deixou que seus sentidos perdessem os caminhos da união e por isso está condenado à mortalidade, à morte prematura. Se você é capaz de evitar as oportunidades de ferir e ofender e, em vez disso, adquirir as artes do amor, você se colocará no caminho que não leva à morte."
A Moça Exigente, inclinando constantemente o corpo, disse:
"Gostaria de ouvir alguma coisa sobre os ensinamentos fundamentais."
Ao que Peng respondeu:
"É muito fácil encontrar o caminho - mas acontece que poucas pessoas estão em condições de confiar nele de verdade e percorrê-la. Veja o soberano atual. Ele tem o poder de governar; na verdade, governa todo o universo, mas não é capaz de dominar os conhecimentos em todos os setores. Tem a felicidade de dispor de muitas mulheres em seus recintos para mulheres, e por isso torna-se fácil para ele familiarizar-se com as formas e maneiras do intercâmbio sexual. O essencial em seu método consiste simplesmente em manter relações com muitas mulheres, derramando pouco sêmen. Dessa forma, o corpo é aliviado, todas as doenças são reprimidas ou curadas logo. Ouça este exemplo:
"Wu Zudu, um capitão da guarda pessoal do rei no tempo da Dinastia de Han, estava com cento e trinta e oito anos quando foi visto pelo grande Imperador Xiao Wudi, que participava de uma caçada na parte superior do rio Wei. A cerca de dez pés de altura acima da cabeça do capitão, estava suspenso no ar um estranho anel de bruma. O rei espantou-se e fez perguntas, e seu conselheiro Tong Fang Shuo lhe explicou:
"Este homem possui uma substância vital cujos princípios vieram do céu; domina principalmente a arte de controlar os elementos do feminino e do masculino."
O rei fez questão de saber mais a respeito e perguntou a Wu Zudu em pessoa. Wu Zudu disse:
"As coisas ligadas ao sexo não se destinam ao público. Não me fica bem falar a respeito; além disso, poucas pessoas podem aplicar meus ensinamentos. Por esses motivos, não me atrevo a pronunciar-me sobre isto. Aprendi esta arte de Zou Qiu Ming, de Ling yang, quando tinha sessenta e cinco anos, e apliquei-a durante setenta e dois anos. Quem está empenhado numa vida longa deve se esforçar para alcançar a verdadeira fonte da vida. Quem só está atrás da beleza feminina e se gasta além de sua capacidade prejudica todas as veias do corpo e permite a entrada de qualquer espécie de doença."
Da obra Condições para Compreender a Câmara de Jade:
O Soberano Amarelo disse: "Tenho o poder sobre mil e duzentas mulheres e fui erguido à imortalidade. Os homens comuns encurtam a vida porque só podem dormir com uma mulher. Não existe uma diferença considerável entre um sapiente e um condenado à ignorância? Quem conhece o caminho sofre a angústia da falta de mulheres. As mulheres nem teriam necessidade de fazer o jogo dos olhos e mostrar sua beleza sedutora. E o que adianta para os homens só quererem aquelas que são juvenis e com as carnes bem arredondadas, e não alimentam crianças nos seios. Sim, se alguém puder ter sete ou oito mulheres, isto já é grande benefício."
Então, a Moça Simples disse:
"Para conservar o poder, você deveria considerar a mulher uma peça de barro e pedra, mas achar que você é de ouro e jade. Quando está prestes a despejar o sêmen, deve abandonar depressa sua gruta de jade. Domine uma mulher como você faria com um cavalo espantado cujas rédeas se romperam. Seja tão prudente como seria se corresse perigo de cair num buraco fundo cheio de pontas de espadas. Se você ama seu sêmen, sua vida será indestrutível."
Então o Soberano Amarelo perguntou à Moça Simples:
"Tenho a intenção de renunciar ao intercâmbio sexual por um tempo prolongado. Em sua opinião, como deveria fazer?"
A Moça Simples respondeu:
"De forma alguma, você deveria fazer isso. O céu e a terra se abrem e se fecham; os elementos do feminino e do masculino modificam-se em seus efeitos. O ser humano guia-se por esses efeitos dos elementos e está em harmonia com as quatro estações. Se agora sua vontade e seu desejo é deixar de unir-se sexualmente, então seu espírito vital não poderá desenvolver-se, os elementos do feminino e do masculino são afastados um do outro e se separam. Como quer aumentar sua substância vital nessas condições? Você realiza constantemente uma troca do hálito que dá a vida, expelindo o ar gasto e inalando ar fresco para dar forças a você mesmo. Se o bastão de jade não se mexe, ele encolherá a acabará morrendo. Afaste todas as dúvidas a respeito do intercâmbio sexual e, em vez disso, exercite-se duma maneira especial. A capacidade de movimentar com força o líquido do jade sem ejacular representa a chamada conservação do sêmen. Completar e reforçar constantemente o sêmen, é este o caminho que você deve percorrer para que o fogo da vida nunca se apague dentro de si."
Da obra A Doutrina Clássica da Moça Simples:
O Soberano Amarelo perguntou:
"Por que se deve praticar a contenção durante a união sexual?"
A Moça Simples respondeu:
"Desde o princípio dos princípios, houve uma ordem estabelecida para a união sexual. Se um casal segue esta ordem, o homem conserva o vigor juvenil e a mulher está protegida contra todas as doenças. O coração é estimulado e a substância vital é fortalecida em sua plenitude. Mas quem se entrega ao intercâmbio sexual na ignorância prejudica-se e acaba ficando doente. Para descobrir os caminhos certos, é necessário reforçar a energia vital, manter tranqüilos os sentidos e dirigir a vontade para a harmonia. Se alguém alcançou esses três objetivos, seu espírito está sendo unido dentro de si; o corpo não é frio nem quente, nem faminto ou supersaciado, mas permanece firme e harmônico. Por isso, o intercâmbio sexual sempre deve ser equilibrado e descontraído. A penetração deve ser suave e os movimentos controlados; além disso, a introdução e a retirada não devem ser muito freqüentes. Assim, a mulher é satisfeita da forma mais agradável, o homem floresce e não fica esgotado, e ambos alcançam seu ponto culminante”.
Da obra A Doutrina Clássica da Moça Misteriosa:
Seguindo a tradição, o Soberano Amarelo fez um pedido à Moça Misteriosa:
"Fui informado pela Moça Simples sobre a arte do amor, e por isso naturalmente conheço seu método. Mas dirijo-me mais uma vez a você para pedir que explique o método à sua maneira”.
A Moça Misteriosa disse:
"Entre o céu e a terra, cada movimento tem de ser coordenado entre o yin e o yang, entre o elemento feminino e o masculino. O elemento masculino chega ao elemento feminino e é transformado; o elemento feminino encontra-se com o elemento masculino e é estimulado. O elemento feminino e o elemento masculino têm de agir de forma recíproca. Se, por causa disso, o elemento masculino se ergue, enquanto o elemento feminino incha, se abre e dilata, então duas forças trocam seus fluxos e capacidades borbulhantes se misturam. O homem dispõe de oito movimentos seguidos para a frente, a mulher de nove reações. Se na aplicação é abandonada a ordem estabelecida, é possível que o homem sofra inchações e inflamações, e a mulher tenha problemas na menstruação. Todas estas doenças se agravam e aumentam, e assim se perde a possibilidade de ter uma vida longa. Mas, se você se coloca na posição de conhecer os caminhos certos, então ficará forte e bem-disposto; de repente, sua vida volta a ficar em crescimento, em expansão, e a cor de seu rosto será parecida com uma linda flor."
Da obra Pao, o Mestre Simples:
Neste texto se expõe:
"Existem milhões de remédios que se podem ingerir, e podemos alimentar-nos de forma sadia. Mas se só fizermos isto e não dominarmos as artes da alcova, então não existe nenhuma possibilidade de conduzir todos estes esforços para o lado bom. Por isso, os velhos temiam o coração tolo e inconstante do ser humano. Mesmo que se explique tudo com minúcias ao indivíduo ávido de aprender, ele não é capaz de seguir tudo. O jogo sexual pode ser comparado com a água e o fogo: a água e o fogo podem matar o homem ou fazer-lhe bem; tudo depende da maneira como são aproveitados. Se você é capaz de compreender o essencial do método em sua generalidade, geralmente só experimentará coisas boas nos contatos com as mulheres. Mas, se agir sem iluminação ao usar os caminhos, uma ou duas mulheres serão suficientes para provocar sua morte rápida."
Além disso, se explica:
"Se um ser humano não realiza a união sexual em harmonia com o elemento feminino do yin e o elemento masculino do yang, ele provocará o envenenamento progressivo do sangue. Desamparado e martirizado com isso, passará por muitos sofrimentos e não desfrutará uma vida longa. Entregar-se aos sentimentos e perder de vista o objetivo da existência humana - isto também encurta a vida. Só não sofre prejuízo aquele que alcança a harmonia baseada numa contenção apropriada."
O Mestre da Caverna Misteriosa disse:
"Das miríades de coisas geradas pelo céu, o ser humano é a mais preciosa. A linha de orientação de sua existência deve ser a moderação do desejo sexual. O ser humano forma-se segundo o modelo do céu, rivaliza com a terra, adapta-se ao elemento feminino e coordena-se com o elemento masculino. Quem transforma estes princípios em realidades faz justiça à sua natureza e prolonga os anos de vida. Alguém pode desenvolver-se segundo os métodos da Moça Misteriosa e transmiti-los aos cantos mais recônditos de sua mente - mesmo que tenha reconhecido sua importância em toda a validade geral, ele não poderá esgotá-la em toda a profundidade. Compilei os velhos ensinamentos e com eles criei esta obra nova. Embora não tenha pesquisado seu conteúdo básico, mostrei suas linhas fundamentais visíveis. As formas da união sexual - seja sentado, deitado, estendido ou agachado, na posição de deitar, em cima ou embaixo, eu as conheço; também o abrir e dilatar, os métodos de lado, sobre o traseiro, da frente e de trás; a maneira de entrar e sair, de penetrar bem no fundo ou ficar na frente - tudo o que serve ao princípio da coordenação entre o homem e a mulher e junto conforma o número dos cinco elementos, água, fogo, madeira, metal e terra. Quem segue este caminho pode esperar uma vida longa; quem vai além dele corre perigo. Como tudo isto já trouxe grande vantagem para a humanidade, por que não deveria ser transmitido às dez mil gerações que se seguirem?"
Neste texto se diz:
"O homem não pode ficar sem mulher, e a mulher não pode ficar sem homem. Aquele que imagina o intercâmbio social completamente separado de tudo o que é espiritual correrá perigo em sua longevidade, e logo será alcançado por tudo aquilo que faz as pessoas ficarem doentes. Além disso, em alguém que só pratica o ato com o corpo, surgem visões diabólicas, demônios, que misturam seu sêmen com os líquidos da mulher condenada a um sofrimento prolongado; nesse caso a mulher é prejudicada por um demônio, da mesma forma que teria de esperar a união com cem homens."
E ainda:
"As pessoas com menos de trinta anos muitas vezes se entregam aos excessos, enquanto as que têm mais de trinta anos perdem o impulso da energia vital depois de inúmeros prazeres que contrariam a natureza. Neste último caso, geralmente são atingidas por uma miríade de doenças, e se estas não são curadas durante muito tempo, ninguém mais as poderá ajudar. Por isso, quem tem trinta anos deveria conhecer as artes da alcova. Apesar de os métodos certos estarem bem à mão, as pessoas não são capazes de aplicá-los. O ponto essencial restringe-se basicamente à possibilidade de satisfazer dez mulheres numa noite sem despejar o sêmen. Eis a coroação da arte do amor ou da alcova. Se, além disso, ainda é reforçada pelos remédios apropriados, a energia da substância vital crescerá cem vezes sem ser interrompida pelas quatro estações, e a sabedoria se renovará todos os dias."


O código moral secreto da câmara de jade (Fayi Baomi Fangshu)

Assim falou o Mestre da Harmonia Inicial Primitiva:
Um elemento feminino e um elemento masculino yin e yang -, isto é para nós o caminho. Fecundar o essencial e chamá-lo à vida - isto se transforma numa tarefa. Até onde não alcançam estas verdades fundamentais! Por isso, o Soberano Amarelo fez perguntas à Moça Simples e o velhíssimo Peng deu resposta ao rei da estirpe dos yin. O Soberano Amarelo perguntou à Moça Simples:
"Perdi parte de minha energia vital e saí da harmonia. Não há mais alegria no meu coração. Meu corpo tornou-se fraco e vulnerável. Que devo fazer?"
A Moça respondeu:
"A causa da fraqueza dos homens está somente no fato de que aproveitam de forma abusiva todos os caminhos do relacionamento entre os elementos feminino e masculino. Neste ponto, a mulher é superior ao homem, da mesma forma que o fogo quando é apagado pela água. Se você compreende isto e sabe aplicá-la, você se parecerá com as panelas apoiadas num tripé em que são combinadas harmonicamente as cinco tendências do paladar, fazendo com que surja uma sopa deliciosa de carne e legumes. Quem está bem informado sobre os caminhos dos elementos feminino e masculino desfrutará os cinco prazeres; quem não os conhece e não os segue encurtará a própria vida. Quantos prazeres e alegrias podem ser experimentados e desfrutados! Quem não dedicaria sua atenção a isso?"
A Moça Exigente, inclinando constantemente o corpo, disse:
"Gostaria de ouvir alguma coisa sobre os ensinamentos fundamentais."
Ao que Peng respondeu:
"É muito fácil encontrar o caminho - mas acontece que poucas pessoas estão em condições de confiar nele de verdade e percorrê-la. Veja o soberano atual. Ele tem o poder de governar; na verdade, governa todo o universo, mas não é capaz de dominar os conhecimentos em todos os setores. Tem a felicidade de dispor de muitas mulheres em seus recintos para mulheres, e por isso torna-se fácil para ele familiarizar-se com as formas e maneiras do intercâmbio sexual. O essencial em seu método consiste simplesmente em manter relações com muitas mulheres, derramando pouco sêmen. Dessa forma, o corpo é aliviado, todas as doenças são reprimidas ou curadas logo. Ouça este exemplo:
"Wu Zudu, um capitão da guarda pessoal do rei no tempo da Dinastia de Han, estava com cento e trinta e oito anos quando foi visto pelo grande Imperador Xiao Wudi, que participava de uma caçada na parte superior do rio Wei. A cerca de dez pés de altura acima da cabeça do capitão, estava suspenso no ar um estranho anel de bruma. O rei espantou-se e fez perguntas, e seu conselheiro Tong Fang Shuo lhe explicou:
"Este homem possui uma substância vital cujos princípios vieram do céu; domina principalmente a arte de controlar os elementos do feminino e do masculino."
O rei fez questão de saber mais a respeito e perguntou a Wu Zudu em pessoa. Wu Zudu disse:
"As coisas ligadas ao sexo não se destinam ao público. Não me fica bem falar a respeito; além disso, poucas pessoas podem aplicar meus ensinamentos. Por esses motivos, não me atrevo a pronunciar-me sobre isto. Aprendi esta arte de Zou Qiu Ming, de Ling yang, quando tinha sessenta e cinco anos, e apliquei-a durante setenta e dois anos. Quem está empenhado numa vida longa deve se esforçar para alcançar a verdadeira fonte da vida. Quem só está atrás da beleza feminina e se gasta além de sua capacidade prejudica todas as veias do corpo e permite a entrada de qualquer espécie de doença."

Da obra Condições para Compreender a Câmara de Jade:

O Soberano Amarelo disse: "Tenho o poder sobre mil e duzentas mulheres e fui erguido à imortalidade. Os homens comuns encurtam a vida porque só podem dormir com uma mulher. Não existe uma diferença considerável entre um sapiente e um condenado à ignorância? Quem conhece o caminho sofre a angústia da falta de mulheres. As mulheres nem teriam necessidade de fazer o jogo dos olhos e mostrar sua beleza sedutora. E o que adianta para os homens só quererem aquelas que são juvenis e com as carnes bem arredondadas, e não alimentam crianças nos seios. Sim, se alguém puder ter sete ou oito mulheres, isto já é grande benefício."
Então, a Moça Simples disse:
"Para conservar o poder, você deveria considerar a mulher uma peça de barro e pedra, mas achar que você é de ouro e jade. Quando está prestes a despejar o sêmen, deve abandonar depressa sua gruta de jade. Domine uma mulher como você faria com um cavalo espantado cujas rédeas se romperam. Seja tão prudente como seria se corresse perigo de cair num buraco fundo cheio de pontas de espadas. Se você ama seu sêmen, sua vida será indestrutível."
Então o Soberano Amarelo perguntou à Moça Simples:
"Tenho a intenção de renunciar ao intercâmbio sexual por um tempo prolongado. Em sua opinião, como deveria fazer?"
A Moça Simples respondeu:
"De forma alguma, você deveria fazer isso. O céu e a terra se abrem e se fecham; os elementos do feminino e do masculino modificam-se em seus efeitos. O ser humano guia-se por esses efeitos dos elementos e está em harmonia com as quatro estações. Se agora sua vontade e seu desejo é deixar de unir-se sexualmente, então seu espírito vital não poderá desenvolver-se, os elementos do feminino e do masculino são afastados um do outro e se separam. Como quer aumentar sua substância vital nessas condições? Você realiza constantemente uma troca do hálito que dá a vida, expelindo o ar gasto e inalando ar fresco para dar forças a você mesmo. Se o bastão de jade não se mexe, ele encolherá a acabará morrendo. Afaste todas as dúvidas a respeito do intercâmbio sexual e, em vez disso, exercite-se duma maneira especial. A capacidade de movimentar com força o líquido do jade sem ejacular representa a chamada conservação do sêmen. Completar e reforçar constantemente o sêmen, é este o caminho que você deve percorrer para que o fogo da vida nunca se apague dentro de si."

Da obra A Doutrina Clássica da Moça Simples:

O Soberano Amarelo perguntou:
"Por que se deve praticar a contenção durante a união sexual?"
A Moça Simples respondeu:
"Desde o princípio dos princípios, houve uma ordem estabelecida para a união sexual. Se um casal segue esta ordem, o homem conserva o vigor juvenil e a mulher está protegida contra todas as doenças. O coração é estimulado e a substância vital é fortalecida em sua plenitude. Mas quem se entrega ao intercâmbio sexual na ignorância prejudica-se e acaba ficando doente. Para descobrir os caminhos certos, é necessário reforçar a energia vital, manter tranqüilos os sentidos e dirigir a vontade para a harmonia. Se alguém alcançou esses três objetivos, seu espírito está sendo unido dentro de si; o corpo não é frio nem quente, nem faminto ou supersaciado, mas permanece firme e harmônico. Por isso, o intercâmbio sexual sempre deve ser equilibrado e descontraído. A penetração deve ser suave e os movimentos controlados; além disso, a introdução e a retirada não devem ser muito freqüentes. Assim, a mulher é satisfeita da forma mais agradável, o homem floresce e não fica esgotado, e ambos alcançam seu ponto culminante”.

Da obra A Doutrina Clássica da Moça Misteriosa:

Seguindo a tradição, o Soberano Amarelo fez um pedido à Moça Misteriosa:
"Fui informado pela Moça Simples sobre a arte do amor, e por isso naturalmente conheço seu método. Mas dirijo-me mais uma vez a você para pedir que explique o método à sua maneira”.
A Moça Misteriosa disse:
"Entre o céu e a terra, cada movimento tem de ser coordenado entre o yin e o yang, entre o elemento feminino e o masculino. O elemento masculino chega ao elemento feminino e é transformado; o elemento feminino encontra-se com o elemento masculino e é estimulado. O elemento feminino e o elemento masculino têm de agir de forma recíproca. Se, por causa disso, o elemento masculino se ergue, enquanto o elemento feminino incha, se abre e dilata, então duas forças trocam seus fluxos e capacidades borbulhantes se misturam. O homem dispõe de oito movimentos seguidos para a frente, a mulher de nove reações. Se na aplicação é abandonada a ordem estabelecida, é possível que o homem sofra inchações e inflamações, e a mulher tenha problemas na menstruação. Todas estas doenças se agravam e aumentam, e assim se perde a possibilidade de ter uma vida longa. Mas, se você se coloca na posição de conhecer os caminhos certos, então ficará forte e bem-disposto; de repente, sua vida volta a ficar em crescimento, em expansão, e a cor de seu rosto será parecida com uma linda flor."

Da obra Pao, o Mestre Simples:

Neste texto se expõe:
"Existem milhões de remédios que se podem ingerir, e podemos alimentar-nos de forma sadia. Mas se só fizermos isto e não dominarmos as artes da alcova, então não existe nenhuma possibilidade de conduzir todos estes esforços para o lado bom. Por isso, os velhos temiam o coração tolo e inconstante do ser humano. Mesmo que se explique tudo com minúcias ao indivíduo ávido de aprender, ele não é capaz de seguir tudo. O jogo sexual pode ser comparado com a água e o fogo: a água e o fogo podem matar o homem ou fazer-lhe bem; tudo depende da maneira como são aproveitados. Se você é capaz de compreender o essencial do método em sua generalidade, geralmente só experimentará coisas boas nos contatos com as mulheres. Mas, se agir sem iluminação ao usar os caminhos, uma ou duas mulheres serão suficientes para provocar sua morte rápida."
Além disso, se explica:
"Se um ser humano não realiza a união sexual em harmonia com o elemento feminino do yin e o elemento masculino do yang, ele provocará o envenenamento progressivo do sangue. Desamparado e martirizado com isso, passará por muitos sofrimentos e não desfrutará uma vida longa. Entregar-se aos sentimentos e perder de vista o objetivo da existência humana - isto também encurta a vida. Só não sofre prejuízo aquele que alcança a harmonia baseada numa contenção apropriada."
O Mestre da Caverna Misteriosa disse:

"Das miríades de coisas geradas pelo céu, o ser humano é a mais preciosa. A linha de orientação de sua existência deve ser a moderação do desejo sexual. O ser humano forma-se segundo o modelo do céu, rivaliza com a terra, adapta-se ao elemento feminino e coordena-se com o elemento masculino. Quem transforma estes princípios em realidades faz justiça à sua natureza e prolonga os anos de vida. Alguém pode desenvolver-se segundo os métodos da Moça Misteriosa e transmiti-los aos cantos mais recônditos de sua mente - mesmo que tenha reconhecido sua importância em toda a validade geral, ele não poderá esgotá-la em toda a profundidade. Compilei os velhos ensinamentos e com eles criei esta obra nova. Embora não tenha pesquisado seu conteúdo básico, mostrei suas linhas fundamentais visíveis. As formas da união sexual - seja sentado, deitado, estendido ou agachado, na posição de deitar, em cima ou embaixo, eu as conheço; também o abrir e dilatar, os métodos de lado, sobre o traseiro, da frente e de trás; a maneira de entrar e sair, de penetrar bem no fundo ou ficar na frente - tudo o que serve ao princípio da coordenação entre o homem e a mulher e junto conforma o número dos cinco elementos, água, fogo, madeira, metal e terra. Quem segue este caminho pode esperar uma vida longa; quem vai além dele corre perigo. Como tudo isto já trouxe grande vantagem para a humanidade, por que não deveria ser transmitido às dez mil gerações que se seguirem?"
Neste texto se diz:

"O homem não pode ficar sem mulher, e a mulher não pode ficar sem homem. Aquele que imagina o intercâmbio social completamente separado de tudo o que é espiritual correrá perigo em sua longevidade, e logo será alcançado por tudo aquilo que faz as pessoas ficarem doentes. Além disso, em alguém que só pratica o ato com o corpo, surgem visões diabólicas, demônios, que misturam seu sêmen com os líquidos da mulher condenada a um sofrimento prolongado; nesse caso a mulher é prejudicada por um demônio, da mesma forma que teria de esperar a união com cem homens."
E ainda:
"As pessoas com menos de trinta anos muitas vezes se entregam aos excessos, enquanto as que têm mais de trinta anos perdem o impulso da energia vital depois de inúmeros prazeres que contrariam a natureza. Neste último caso, geralmente são atingidas por uma miríade de doenças, e se estas não são curadas durante muito tempo, ninguém mais as poderá ajudar. Por isso, quem tem trinta anos deveria conhecer as artes da alcova. Apesar de os métodos certos estarem bem à mão, as pessoas não são capazes de aplicá-los. O ponto essencial restringe-se basicamente à possibilidade de satisfazer dez mulheres numa noite sem despejar o sêmen. Eis a coroação da arte do amor ou da alcova. Se, além disso, ainda é reforçada pelos remédios apropriados, a energia da substância vital crescerá cem vezes sem ser interrompida pelas quatro estações, e a sabedoria se renovará todos os dias."