Nesta Página preparamos uma seleção de alguns dos mais importantes textos da literatura chinesa produzidos até o século III d.C. para que você, estudioso desta civilização, possa ter um fácil acesso à compreensão dos mesmos. Os nomes dos autores (ou dos livros) estão listados ao lado, basta você clicar para conhecer um pouco mais sobre eles.
Seja bem vindo!

OBS: os livros indicados pelo sinal * apresentam o texto na íntegra. Os demais são fragmentos.



Visite também:
[Mantenedor dessa página]

................................................

ÍNDICE

Antigos escritos

Os Clássicos Chineses

Yijing 易經
Versão de Tom Reiseman*

Versão do Padre Guerra*
[site externo]

Versão de Richard Wilhelm*
[site externo]


Shujing 書經
Versão de Yutang, 1958a

Versão de Alfred Doeblin

Versão do Padre Guerra*
[site externo]


Shijing 詩經
Versão de Yutang, 1958a

Versão de Alfredo Doeblin

Versão do Padre Guerra*
[site externo]


Liji 禮記
Versão de Yutang, 1958b
Liji, Extratos do Livro dos Rituais (02) 

Versão do Padre Guerra*
O Cerimonial
[link externo]


Chunqiu 春秋左傳
Versão do Padre Guerra*
[site externo]


A Escola de Confúcio 儒家

Lunyu 論語
Coleção de Aforismos
 [Versão de Alfredo Doeblin]
[Confucius Publisher*, link externo]
[Versão de D. C. Lau*, link externo]

Daxue 大學
[Versão de Ignácio Raposo, 1949*]
A Grande Ciência
 [Versão de Alfredo Doeblin]

Zhong Yong 中庸
[Versão de Yutang, 1958a*]
 [Versão de Alfredo Doeblin]

Xiaojing 孝經
O livro da Piedade Filial
 [Versão de Alfredo Doeblin]

Mêncio 孟子
[Versão de Yutang, 1958a*]
Mêncio
 [Versão de Alfredo Doeblin]

Versões do Padre Guerra*
(Lunyu, Zhongyong, Daxue e Xiaojing)
(Livro de Mengzi)
[link externo]

Xunzi 荀子


Os Daoístas 道家

Daodejing 道德經
[Versão de Yutang, 1958a*]
[Versão de Sproviero*, link externo]
Tao Teh Ching, vol.1 e vol.2
[Versão de Amadeu Duarte*, link externo]
[Versão do Padre Guerra*, link externo]

Zhuangzi 莊子
Zhuangzi 
[Versão de Yutang, 1958a*]
Chuang-tzu, vol.1, vol.2 e vol.3
[versão de Amadeu Duarte*, link externo]

Liezi 列子
[Versão de Yutang, 1958a*]
[Versão de Amadeu Duarte*, link externo]

Huahujing 化胡經
[Versão de Amadeu Duarte*, link externo]


Veja o novo livro:
A arte da guerra chinesa: uma história da estratégia na China de Sunzi a Mao Zedong
Sem sombra de dúvida, a Arte da Guerra de Sunzi [Sun Tzu, numa grafia mais conhecida] é o livro chinês mais publicado, divulgado e vendido não apenas no Brasil, mas também na maior parte do mundo Ocidental. Esse antigo tratado sobre a guerra ganhou uma dimensão inesperada, saindo das academias militares e alcançando o grande público, sendo avidamente consumido por professores, empresários, políticos, pensadores, e mesmo, pelo público leigo. Existem várias razões para esse sucesso. A Arte da Guerra é um livro simples, direto e acessível, que encontrou acolhida entre todos aqueles que queriam saber um pouco mais sobre as técnicas militares chinesas: surpreendentemente, porém, ele não é o único livro sobre estratégia a surgir na China. Ficaremos surpresos ao descobrir que os chineses já escreveram diversos livros sobre a questão da guerra, e muitos concorriam com o de Sunzi na predileção do público. Veremos, ainda, que toda uma escola filosófica se construiu, ao longo dos séculos, em torno da questão da estratégia, e que em pleno século XX, líderes como Mao Zedong empregavam as artimanhas de Sunzi em batalha – e disputavam o prestígio de serem conhecidos como “conhecedores” da arte da guerra. Assim, o que veremos nesse livro é a longa história sobre a gênese e o desenvolvimento do pensamento militar chinês, alguns de seus muitos autores, e como essa escola de estrategistas atravessou os séculos e continua bastante atual. Abordando um aspecto pouco conhecido da filosofia chinesa, veremos como a China não se resumia a Confucionismo, Taoísmo ou Budismo – mas que os estrategistas estavam presentes em todas as grandes conquistas da civilização chinesa, e que Sunzi teve um papel fundamental nessa história.


Escola da Guerra 兵家
Sunzi Bingfa 孫子兵法, ou A Arte da Guerra de Sunzi 孫子*
[versão do site]

A Arte da Guerra
[Versão do padre Amiot, link externo]

[Versão de Ralph Sawyer, link externo]


Outros autores

(Duyvendak, 2007)


Período Qin Han 

(Cleary, 1991)
(Yutang, 1958a)
(Yutang, 1989)
(Yutang, 1989)
(Yutang, 1989)


Referências:
Salvo as não indicadas, feitas pelo autor:
CLEARY, T. Wen-tzu. São Paulo: Teosófica, 1991.
DOEBLIN, A. O Pensamento vivo de Confúcio. São Paulo: Martins, 1969.
HEILMAN, W. A arte chinesa de amar. Rio de janeiro: Ediouro, 1992
LIN Yutang. Sabedoria de Índia e China. Rio de janeiro: Pongueti, 1958a
LIN Yutang A Sabedoria de Confúcio. Rio de janeiro: José Olympio, 1958b
LIN Yutang A Importância de compreender. São Paulo: Círculo do livro, 1989

Leia também: